segunda-feira, 3 de abril de 2017

Gerenciando o Caos - 7 passos emergenciais para te tirar do nível crítico




Tem certas épocas de nossas vidas que parece que entramos num redemoinho de problemas, onde olhamos para os lados e vemos problemas, sem possibilidade de saída próxima. Nessas épocas, parece que todos os setores da vida param. Simplesmente ficam estagnados e a gente tem a famosa sensação que “nada vai pra frente”. 
A questão, é que tal pensamento realmente nos atrasa e nos fixa ao chão. 
Eu sei que nessas épocas é realmente muito difícil mudarmos a nossa frequência vibratória para a gratidão e cultivar os pensamentos positivos, pois a gente acha que até Deus e a Lei da Atração se esqueceram de nós.

Então vamos lá, hoje falo um pouquinho sobre a Teoria do Caos e como podemos aplica-la à nossa vida. O segredo é começar de dentro para fora, e não externamente, como a maioria de nós imagina.


Pense na sua vida como um todo, analise todos os quesitos e os problemas que te perturbam, esse é o passo número 1- Faça um gráfico se preciso, e depois fracione os setores, começando pelas áreas mais afetadas, por exemplo: Finanças – 25% / Trabalho – 50% / Relacionamento – 65 %. 
E daí comece pelo mais baixo, no nosso modelo, a parte financeira está afetada, faltando 75% para preenchê-la. Então, essa é a área que vai receber sua atenção total nos próximos dias. Desta forma, fracionando os problemas, conseguimos gerenciar melhor o caos e pesamos o que realmente vale na balança. E decidido o ponto de partida, podemos traçar estratégias contundentes para melhorar a questão.


Você agora tem que pensar nas duas questões fundamentais: “ Qual seria o IDEAL para atingir os 100% nessa área da minha vida?” e “O que, de fato, posso fazer para melhorar a situação?”. 
São, infelizmente, duas perguntas distintas, porque na maioria das vezes, o nosso ideal não nos é real no momento. Então precisamos trabalhar com o que temos em mãos. E à medida que formos notando os resultados, por menores que sejam, temos que ir corrigindo nosso gráfico. 
Isso, nos gerará automaticamente uma sensação de conforto, de capacidade e consequentemente GRATIDÃO. Sem a gratidão não conseguimos receber mais abundância do Universo.


Tenho um “truque” bem simples que uso quando saio do fluxo da gratidão e me pego cheia de pensamentos derrotistas, vou compartilhar com vocês!
Esse é o nosso passo 2- 
Faça uma lista, com no mínimo 10 quesitos, AGRADECENDO as possíveis partes boas do seu problema. Parece maluco à primeira vista, não é? Como posso agradecer por estar numa situação financeira ruim? É aí que mora o segredo! Quando agradecemos, mesmo pelas situações desfavoráveis, estamos a aceitando, abertos a aprender com ela e desta forma, ela se sente apta para ir embora, porque “já cumpriu seu papel”, entende? Toda situação ruim é uma grande possibilidade para enxergamos ao nosso redor e tirarmos alguma lição positiva. Não é lenda. E essa técnica já é usada a milênios. Lembra-se do famoso “Jogo do Contente”, da Pollyana? Era basicamente isso: Gratidão usada como escudo contra o negativo.   

Você pode começar a sua lista, no passo 3, agradecendo por todo dinheiro que já recebeu na vida, por toda oportunidade de emprego que já teve e pelas NOVAS OPORTUNIDADES que estão surgindo! Faça um teste! Não custa nada. E quando começar a se sentir um pouco menos pior em relação ao problema, você saberá que a gratidão está fazendo efeito. 
Agradeça por estar aprendendo novos meios de fazer economia prática (e leve essa lição daqui pra frente), agradeça por estar se dando conta que de o que essencial da vida não é o dinheiro, que aliás, dinheiro puro não é garantia de felicidade, e que nós sempre podemos ser felizes com menos! Mas lembre-se que só fará efeito se você realmente conseguir se sentir grato.
Agradeça por estar tendo a oportunidade de descobrir que a verdadeira felicidade, a genuína, está DENTRO de nós, e não fora, como pensamos. 

Se a questão é dinheiro, repita como um mantra: “ Eu te amo dinheiro, você é bem vindo na minha vida, eu sou GRATO a você.” E tente não ter a sensação de diminuição, quando for gastando o seu dinheiro (mesmo que escasso), no nosso PASSO 4.Ao invés de fazer contas de subtração, do tipo “ Eu tinha R$100,00 , gastei R$30,00 agora SÓ tenho R$70,00”, tente pensar “ Eu tenho R$100,00, gastei R$30,00 então AINDA tenho R$70,00. E isso é mais que o suficiente para HOJE. Obrigada pela abundância Universo e por não deixar me faltar nada no dia de hoje”. 

Porque realmente, só temos o HOJE de concreto. O ontem não nos pertence e o amanhã é mera especulação, então, agradecemos ao que temos AGORA e pelas coisas maravilhosas que estão por vir, pois daqui há duas horas, tudo já pode ter mudado.



À medida que vamos conseguindo administrar o caos dentro na nossa cabeça, o caos exterior e material vai diminuindo, de repente, parece que os problemas não eram tão apavorantes assim. E aliás, se me permite um conselho, te digo: NÃO ARRASTE OS PROBLEMAS! Às vezes nós vamos alimentando o medo e ele se torna gigante, quando na verdade, não é. Você pode até driblar um problema e esquecer dele (momentaneamente) mas acredite, ele se esquecer de você...é outra história! *risos*. 

Passo 5 -
NÃO DÊ UMA OLHADA "PANORAMA" NOS PROBLEMAS; VEJA O PRÓXIMO QUE SE APROXIMA.
Sugiro que a partir de agora, você vá enfrentando os problemas na ordem de importância em que eles se apresentam, e não mais na ordem cronológica.Tente não analisar mais TODO agora, você já fez isso lá no começo e já dedicou tempo e energia a parte que estava mais crítica. Ficar pensando em todos os problemas, a toda hora, te causará mais angustia. Nesse ponto é hora de botar a mente tranquila pra te dar o discernimento necessário para agir daqui pra frente. Guarde suas energias para resolver os problemas à medida que eles se apresentam.


Passo 6- Você pode começar com uma pequena listinha de itens pendentes para resolver durante a semana e ir riscando um a um. Coisas pequenas, como trocar lâmpadas queimadas e arrumar o armário. Note como a confusão mental vai diminuindo. E uma mente organizada é a chave da Teoria do Caos
Uma mente desesperada e despreparada, gera mais desespero e insegurança e afeta tudo em nós, desde a nossa saúde, até a nossa casa e os nossos relacionamentos, pois nos focamos demasiadamente NOS PROBLEMAS e vamos ignorando os pequenos detalhes rotineiros, deixando roupas acumuladas, trabalho por fazer...não queremos socializar, pois achamos que as pessoas fazem pouco caso dos nossos problemas e também não queremos impor nossa atual condição a elas. Não estamos no “clima” para eventos e festas e alegria. E na verdade, nós precisamos focar nas possíveis SOLUÇÕES dos problemas

Problemas se resolvem com CRIATIVIDADE, e não, gerando mais problemas a longo prazo. Por exemplo: Você está precisando de dinheiro e pega um empréstimo, resultado? Você estará devendo mais dinheiro do que antes, só empurrou o problema pra frente.
  
A mente também precisa de dias de folga, de momentos de escape, de descanso, de lazer, não a trate como uma escrava. Podemos dizer então, que DESCANSO é nosso passo 7. 
 Lembre-se que o fluxo existe para ambos os lados. Quanto mais problema você focar, mais no fluxo dos problemas você estará. Ir ao churrasco do seu cunhado, mesmo com o coração despedaçado por ter terminado um noivado com um grande amor, com certeza não trará seu amor de volta, mas te renderá algumas risadas e momentos de alívio. E o riso é o melhor remédio para alma, é um excelente escudo, uma arma de ataque poderosíssima e um vilão poderoso contra os temidos PROBLEMAS.


RIA! Serotonina costuma ser boa aliada no combate ao caos!



Bruna Stamato
"Sinto, Logo Existo - O poder do sentir."

Nenhum comentário:

Postar um comentário