domingo, 1 de abril de 2018

Não basta ser namorado é preciso ser parceiro!



Estabelecer uma relação com alguém é relativamente fácil, difícil mesmo é ESTAR JUNTO.    Estar junto não somente em presença física, mas em efetivo (e afetivo) suporte. Um suporte de alma, sabe? Naqueles dias em que estamos completamente esgotados e só queremos chegar em casa e saber que encontraremos um colo, um sorriso cúmplice. Um olhar entendedor, sem que uma palavra precise ser dita.
Ter onde repousar...o corpo cansado e a mente inquieta. Ter quem acolha teus anseios e medos sem joga-los na tua cara na primeira discussão. Ter com quem compartilhar seus sonhos e projetos sem ter medo do outro se sentir diminuido. Porque quem tá junto, tá junto! Não atrás ou à frente, mas lado a lado contigo, por tanto, comemora tuas conquistas e sucesso pois sente que faz parte deles também.
Quem ama, quer ver o outro feliz a qualquer custo.

Ser namorado não basta, é preciso ser parceiro! Nas noites de sexo animado e quando se está com dor de cabeça...em uma festa badalada e quando todo mundo vai embora.
O amor não é sazonal nem seletivo. Ninguém ama só aos fins de semana ou quando convém. Ama-se quando o outro está na lona. Quando as luzes se acenderam e as cortinas se fecharam. Ama-se quando o outro parece perder a fé em si mesmo... Porque amar quando se está tudo bem é muito cômodo. Mas não é real.
O amor tampouco é comodista.

Amor é se ajeitar em cama pequena; é dividir o último pedaço de pizza. É dar carona à pé e dar risada nos momentos difíceis.

Nesse mundo tão maluco, onde uma geração inteira se orgulha por não se apegar à nada, principalmente a tudo que é bom, onde se tem sempre a cama cheia mas o coração vazio, onde se tem mil amigos numa tela e nenhum para abrir num sábado qualquer abrir um vinho...onde se está cercado de gente e mesmo assim vive-se sozinho, nesse mundo likes e curtidas, feliz mesmo é quem se deu conta que o amor é parte indispensável nessa vida.

Não adianta colocar a culpa na rotina, no tédio, no tempo...para quem ama não importa a hora, o lugar ou o assunto! Não adianta exigir fidelidade a todo momento, ter que viver lembrando ao outro que existe e inventar mil recursos para chamar-lhe a atenção...amar é como respirar, se não está sendo automático é porque tem alguma coisa errada.

Não adianta andar de mãos dadas se as almas não se entrelaçam.
Não adianta diminuir-se e fazer de tudo para caber no mundo do outro, se ele não tem espaço.
Não adianta fazer planos quando o outro deixa tudo por conta do acaso.

Entende?
Amor onde só tem sexo sem companheirismo não é amor, é tesão!
Amor onde só se tem cobranças e ciume excessivo não é amor...é posse!
Amor onde se abre mão de tudo para amar por dois não pode ser amor...é dependência.
E "AMOR" sem uma gotinha de nada disso, nunca foi amor...é pura carência.

Quem ama tem urgência.
Quem ama não muda a rota de uma hora pra outra. Não abandona o barco quando ameaça chuva.
Quem ama cruza toda a cidade, espera na porta da faculdade, faz companhia no busão.
Amar é coisa de doido, não é para os sãos...

Racionalidade demais não é coisa de apaixonado, é só ilusão.

E ilusão até passa um tempo, mas não preenche um coração.

Abra seu olho, ter um namorado é a coisa mais simples desse mundo, mas ser verdadeiramente COMPANHEIRO...não é para qualquer um.
Você merece mais, gata!

Bruna Stamato

O amor só entra onde é convidado - Mantra para movimentar as energias do amor



"EU TENHO ESPAÇO PARA O AMOR"

Releia outra vez essa frase. Agora peço que leia mais uma vez, desta vez sorrindo.
Esta frase é meu mantra que utilizo há muitos anos, sempre que percebo que estou
desconectada com essa energia, a energia amorosa universal.

Hoje em dia vivemos vidas tão corridas, que somente nos momentos de solidão extrema nos damos conta de que já faz tanto tempo que não convidamos um amigo para um café, que não ligamos para uma prima ou tia, que não visitamos aquela ex colega de trabalho.
Vivemos na INTENÇÃO. E a intenção realmente vale muito, acredito, mas intenção sem ação é apenas ILUSÃO.
Desta forma o tempo vai correndo e nós, exaustos, correndo mais ainda atrás dele. Desta forma, as semanas, meses e os anos, vão se passando...e todo reveillon juramos tirar um TEMPO para estarmos mais próximos de quem amamos.
Nessa correria que nos consome as energias e não nos deixa cumprir nossas promessas e intenções, nos perdemos de nós e aí caímos na armadilha da reclamação, tentando transferir nossa "culpa" para a vida, para os amigos, para o TEMPO.

"Ah eu não ligo, mas também ninguém me liga!" Justificamos. E assim, as energias do amor ficam estagnadas. Nos fechamos nos nossos mundos individuais, tentando nos conformar que a vida é "assim mesmo". E tentando fazer o baile seguir. Reclamamos da solidão, mas não fazemos real esforço para estarmos presentes. Mas a verdade, aquela verdadezinha latente e ansiosa que mora dentro dos nossos corações, insiste em concordar com o poeta...é...fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho.

E não falo somente do amor carnaval, de uma relação amorosa, me refiro ao Amor no sentido mais amplo da palavra.
A verdade, é que o amor só entra onde é convidado, onde encontra um coração disposto a recebe-lo.
O amor não veste uma armadura com armas em punho e arromba um coração fechado a 7 chaves e cadeados.

Como anda a sua disponibilidade para o amor?

Sugiro que se você está em uma dessas fases de vida em que está se sentindo solitário e com saudade dele, do Amor, achando que todo mundo te largou de mão, que você faça este pequenino exercício. Pode ser pela noite, ao se deitar...incorpore essa frase às suas orações diárias.
Diga com um sorriso sincero e com ALEGRIA: "Eu tenho espaço para o amor!".
O Universo vai captar sua mensagem e então, vai sintonizar situações e indivíduos que estejam na mesma frequência.

E aí é só aguardar as manifestações do Amor.
Lembrando, que o Amor é uma energia, abundante e constante no Universo. E quando mais AMOR damos, mais multiplicamos essa energia. Ninguém fica mais pobre dando amor, pelo contrário, amor é a verdadeira riqueza de um espírito.

Repita pela manhã antes de levantar-se da cama! Olhe no espelho, sorria e seja gentil consigo e diga que tem espaço para o amor na sua vida! Escreva em um papelzinho e coloque dentro da bolsa, ou como lembrete na tela do celular ou computador. Fale quantas vezes o seu coração sentir necessidade!

Isso que dizer que você tem espaço para uma conversa boa, sem pressa no fim de um dia...Que sua casa tem espaço para abrigar por um tempo um parente que esteja precisando, um animalzinho que esteja abandonado... Você tem espaço para um telefonema na hora do almoço... Para um cinema na segunda à noite. Para um domingo com os sobrinhos no parque.
Para um beijo na vó durante a semana... Para uma nova e sincera amizade!
Nós também precisamos renovar essa energia, assim como todas as outras que nos regem nesse planeta.
Quando você declara que tem espaço para o amor, você se abre para um mundo de possibilidades!

Essa frase melhora até as nossas relações que andam desgastadas, pois quando temos espaço para o amor, temos espaço para o perdão, para a gratidão e perdoando e sendo grato pelas pessoas que nos cercam, melhoramos nossas relações com elas; encerramos ciclos de energias conflitantes. Acalmamos as coisas.
O amor, então, nos reencontra.

Eu tenho espaço para o amor!
E você?

Bruna Stamato