segunda-feira, 13 de março de 2017

As segundas podem ser INCRÍVEIS!


As segundas podem ser incríveis
Segunda, 13/03/2017. Você deve estar se perguntando que louca é essa pessoa que está escrevendo um texto com título “As segundas podem ser incríveis”, quando o único desejo que te ocorre é “Que vontade que hoje ainda fosse sábado”. Ok. Concordo que finais de semana são maravilhoso. Mas, as segundas são especiais, acredite. Palavra de uma ex “Monday-hater”!
Meu pai era engenheiro químico e matemático, e durante muitos anos trabalhou na Natron Engenharia, em um cargo alto, ganhando bem, quando morávamos no Rio de Janeiro. Quando eu tinha uns 6 anos, fomos passar férias na Bahia e ele se apaixonou. Menos de 1 ano depois, tinha largado a engenharia, vendido os imóveis no Rio e nos mudado (sim, a todos nós!) para a Bahia, onde montou uma agência de turismo e foi imensamente feliz até seu último minuto de vida nesta Terra.

Várias vezes perguntaram pra ele, o “por que” de ter largado tudo e recomeçado, e ele respondia “Porque eu tinha pavor das segundas feiras.” Eu achava essa resposta engraçada e como cresci ouvindo, nunca tinha parado para analisar, ao pé da letra, o que ele queria dizer, até...até eu crescer e arrumar um trabalho que eu odiava, e morar na maior capital do país.

Meu pai falava que não podia ouvir a música de abertura do “Fantástico”, que começava a ter palpitação, suar frio e ter insônia terrível, nas madrugadas de segunda... E que chegou uma hora que ele já nem curtia muito o fim de semana porque que ele acabaria logo. Na segunda ele voltaria aos projetos que já estava exausto, ao ambiente de trabalho que era em São Paulo e teria que pegar, no mínimo, 4 ponte – aéreas na semana. Ele contava que como eu era pequena, ele saía e eu estava dormindo e quando ele chegava eu nem queria saber de muita conversa. E que isso foi o envenenando. Ele parava na enfermaria da Natron dia sim, dia não.

Passei exatamente pela mesma situação, e pude sentir na pele e o pior, no CORAÇÃO, tudo que ele descrevera. Eu odiava as segundas porque elas eram o fim da festa, o fim da alegria e o recomeço da tortura.
Lá fui eu, rever meus conceitos, fazer a pesagem da vida na balança e, assim como papai, ir em busca do meu equilíbrio.
Não consegui largar tudo e trabalhar exclusivamente no que eu gostaria, mas larguei sim o emprego que eu não suportava, arrumei outro, diminui meu ritmo e passei a enxergar as segundas como dias Nobres. Não o recomeço de uma exaustiva semana, mas como um grande dia em potencial para começar uma semana TOTALMENTE NOVA e por tanto, cheia de OPORTUNIDADES e surpresas agradáveis. Cada domingo que termina eu agradeço, de antemão, pelas maravilhas que a semana me reserva, e consegui desenvolver verdadeiro amor pelas segundas!

Elas são ótimas para começarmos aquela dieta, para traçarmos metas, para resolvermos pendências. Aproveite o trânsito típico da segunda para escutar uma nova playlist ou para começar a ouvir áudios de meditação guiada. Experimente mudar algo na rotina pelos próximos 5 dias,como trocar o elevador pelas escadas ou consumir uma porção de salada por dia. Se proponha pequenas metas, faça sua listinha toda segunda!

Elas são excelentes para começarmos a ler um novo livro, abrirmos um velho vinho guardado na despensa e nos agraciarmos.

Segundas também são perfeitas para quebrarmos nossos próprios protocolos e furarmos na academia, irmos dar um mergulho no mar no fim da tarde, chamarmos um amigo para café e conversa fiada. Porque não sei se você sabe, mas às segundas os restaurantes são mais tranquilos, os deliverys são mais rápidos, juro! E as livrarias são deliciosas, pois todo mundo está seguindo o fluxo. Por isso mesmo, segundas são geniais para fazermos justamente o inverso. Para desacelerarmos.

Para pegarmos um cinema de mãos dadas com alguém querido, com direito a pipoca e refrigerante! Fala sério...nunca foi ao cinema numa segunda?!

Eu hoje trabalho em horário comercial, sou editora e diretora de um webportal, e sou uma segunda-a-holic assumida!  Como você pode ver, minha rotina é intensa, ainda tenho minhas filhas pequenas em fase escolar! Não estou aqui tomando água de coco sentada numa rede e dizendo pra você amar a sua segunda, só estou dizendo que as segundas são pré julgadas e que rola um preconceito forte ainda, e que você pode começar a trabalhar sua “segundafobia” e, quem sabe, fazer as pazes e engatar um romance com elas? 

Aliás...encontros surpresa, ligações e convites inesperados em plena segunda, fazem qualquer coração bater mais forte! Experimente!

Segundas podem ser de primeira. Isso só vai depender de você!

Para um bom apaixonado pela vida, segundas de manhã são como feriado nacional.

Enjoy!

Bruna Stamato

Nenhum comentário:

Postar um comentário