quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Me deixa ser o que eu tiver que ser

Me deixa querer ser o teu mundo, me deixa mexer no seu cabelo e ver o seu sorriso escancarado e verdadeiro. Me deixa sonhar que você é só meu, porque de fato, somos só nós dois nos próximos segundos. Me deixa morder a tua orelha e ver você se arrepiar, porque eu me arrepio só de pensar. Eu me arrepio ao lembrar dos teus olhos fixos nos meus, me arrepio ao te ver chegar. Então, meu amor, me deixa de amor te chamar! Me deixa te puxar pro canto e beijar o seu pescoço inteiro. Beijar o canto da sua boca e te fazer sussurrar. Me deixa levar suas mãos pra onde eu quiser...me deixa deixar meus medos lá fora e me entregar de bandeja, como se isso fosse algo tão corriqueiro...deixa o amanhã chegar se ele quiser. Me deixa ficar louca e te jurar amor eterno?! Me deixa te dar todo meu amor carnal, minha paixão visceral e meu carinho fraterno. Me deixa te mostrar que a vida pode ser leve, que o amor pode ser feliz e que tal felicidade existe!!! Pois eu sou feliz só de saber que você existe! E o amor persiste em ficar até quando a cabeça desiste...então, já que não tem mais jeito, me deixa habitar teu peito e povoar o seu coração com as minhas loucuras românticas e ingênuas, típicas de quem não se cansa de ouvir “Não”. Me deixa ser ponte para os seus sonhos e embalar o seu sono até amanhecer? Me deixa acreditar que todo esse amor que te proponho é o único que você vai querer. Me deixa ser...o que eu tiver que ser. Para de me olhar com essa cara, me pega no colo e me leva pra viver com você...aonde for!

Nenhum comentário:

Postar um comentário