segunda-feira, 13 de julho de 2015

Não há remédio para o amor curar

Eu penso em você várias vezes por dia. Muito mais do que eu deveria... Teu cheiro ainda está no meu travesseiro. E toda vez que o sinto me bate um desespero, de nunca mais te ter comigo, de te ver sorrindo pra outo alguém. Eu sei que parece um exagero mas não é, acredite, só pensa isso quem nunca amou ninguém. Eu te encaixo no meu maior sonho... Enquanto você mal lembra que eu existo. Eu nada tenho, além de todo esse amor que te proponho e você insiste em não querer ver isto. Faz questão de ignorar tudo que eu digo. E quando eu me prometo ir embora você decide voltar. É baby, é mais do que o meu coração pode suportar. Eu quero você como meu tudo, pra todo meu mundo, não te quero só como amigo, preciso confessar! O que eu vejo nos seus olhos é muito mais profundo...do que você quer demonstrar. Vou seguindo a vida com aquele sorriso amarelo de quem não deve falar ,que a vida sem você é um tédio, e não há sequer um remédio para esse amor curar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário