quinta-feira, 17 de maio de 2018

Perdoar a gente perdoa, mas esquecer é outra coisa...



Uma traição deixa uma cicatriz em alto relevo na alma. Sensível e dolorida ao mínimo toque. Por mais que perdoemos ou queiramos muito perdoar quem nos provocou tal marca, nem sempre o perdão não apaga o acontecido.

Não é sobre amor. Não é sobre ego ou posse. Não é sobre autoestima. Não é nem sobre fidalidade...É sobre LEALDADE que se trata. Um troço raro hoje em dia...
Lealdade é o respeito por tudo já vivido até aqui. Lealdade é incondicional. É intrínseco. Ninguém é leal só quando convém e também não é a oportunidade que faz o ladrão, ou melhor dizendo, o desleal. Acredito que seja por isso a dificuldade em se esquecer de uma traição. Por mais que o parceiro tente "justificar", qual seria uma desculpa plausível?
Já ouvi muitas desculpas para uma traição...Principalmente masculina.

"Ela não queria mais saber de sexo como antes" ou "Ela parou de se cuidar". Ou até mesmo "Ela ficou diferente depois que o bebê nasceu" e reparem que em todas as "justificativas", sé a mulher que leva a culpa. O cara traiu porque ELA não deu o que ele queria e o que mais dói é ver como a nossa sociedade atual ainda é tão permissiva e respalda esse tipo de comportamento. Tratam como algo "natural" e corriqueiro...Bobinha! É "coisa de homem"..."Homem é assim mesmo", eles dizem. Mas não. TRAIR é coisa de gente sem caráter, sou categórica. Não podemos aceitar como um fato inerente ao gênero masculino.


Já escutei também "Foi só um beijo e eu estava bêbado".
Mas a lealdade independe do estado alcóolico minhas queridas, ou do estado de espírito. Ninguém trai porque está triste ou feliz demais. Ninguém trai sem querer.
Trair é uma escolha. 
Mas, às vezes, perdoar não é. 
Por mais que muito se queira...a cicatriz dói. E nada volta a ser como antes. Perdoar a gente até perdoa, mas esquecer... é outra história. Esquecer não é passível de força de vontade. Esquecer, para quem foi traído, é missão quase impossível.

E ao meu ver, não é o tipo de contato físico que classifica uma traição. Para mim, não há traição "Leve" ou "Pesada". É muito além do físico e sexual...Quem trai, não trai só o corpo; se trai a confiança.

E aí...quando a confiança se vai, o amor não resiste por muito tempo, mesmo que insistamos em dizer que ele ainda está presente.

Não tem relação que se sustente... É ela que dá a liga! Ela, a confiança, é o fermento da massa base do amor.

Quem consegue viver desconfiando de cada palavra do outro? Se o parceiro diz que vai ao mercado e demora mais um pouco...se o trânsito tá pesado e se chega atrasado... Se a carona era realmente só para uma colega de trabalho...
É como um veneno lento e letal que vai nos consumindo aos poucos.
E a morte do amor é o único  resultado possível.
Com efeitos colaterais que duram uma vida inteira.

Pois é...uma mentira destrói mil verdades.
Nos faz duvidar até do que foi sincero um dia...
É claro que nos resta a saudade, e aquela sensação de apatia...De certa incredulidade.  De tudo que poderia ter sido, de tudo que nós acreditamos ser. E então é inevitável nos perguntamos o "por quê". Mas a resposta não altera os fatos.
Saiba que o erro não está em você.

Errado é quem troca uma vida inteira por uma besteira...É quem age como se o tempo não passasse...É quem desperdiça amor por mera vaidade... É quem gasta como se fosse infinito.
Você não é boba por ter confiado. Você não é boba por ter dado mais uma chance.
Realmente é difícil colar todos os caquinhos de um vaso de cristal quebrado...Não é culpa sua.
Se você tentou perdoar o outro e não conseguiu, ao menos consiga se perdoar.
Justifique-se, se preciso for ao tribunal da consciência, sob o álibi incontestável do AMOR.
Tudo que é feito por legítimo amor é perdoável.

Você merece mais.
Você merece dormir sossegada e acordar sorrindo por saber quem tem ao seu lado.
Você merece andar nas ruas sem ter que ficar olhando pros lados... Você merece viver sem dor a cada vez que chega uma mensagem de celular ou um suposto telefonema errado...
Você merece ter a certeza de quanto você é amada.
Sinceridade e LEALDADE não são uma utopia ultrapassada.
Se AME e se adore e se respeite ACIMA de tudo e todos!
E então gata, pare de cair em conversa fiada...

Amor é parceria.
Qualquer relação sem isso, "Amor" se torna apenas apelido.


Bruna Stamato








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Pesquisar este blog

Receba por e-mail