domingo, 1 de abril de 2018

O amor só entra onde é convidado - Mantra para movimentar as energias do amor



"EU TENHO DISPONIBILIDADE PARA O AMOR"

Releia outra vez essa frase. Agora peço que leia mais uma vez, desta vez sorrindo.
Esta frase é meu mantra que utilizo há muitos anos, sempre que percebo que estou
desconectada com essa energia, a energia amorosa universal.

Hoje em dia vivemos vidas tão corridas, que somente nos momentos de solidão extrema nos damos conta de que já faz tanto tempo que não convidamos um amigo para um café, que não ligamos para uma prima ou tia, que não visitamos aquela ex colega de trabalho.
Vivemos na INTENÇÃO. E a intenção realmente vale muito, acredito, mas intenção sem ação é apenas ILUSÃO.
Desta forma o tempo vai correndo e nós, exaustos, correndo mais ainda atrás dele. Desta forma, as semanas, meses e os anos, vão se passando...e todo reveillon juramos tirar um TEMPO para estarmos mais próximos de quem amamos.
Nessa correria que nos consome as energias e não nos deixa cumprir nossas promessas e intenções, nos perdemos de nós e aí caímos na armadilha da reclamação, tentando transferir nossa "culpa" para a vida, para os amigos, para o TEMPO.

"Ah eu não ligo, mas também ninguém me liga!" Justificamos. E assim, as energias do amor ficam estagnadas. Nos fechamos nos nossos mundos individuais, tentando nos conformar que a vida é "assim mesmo". E tentando fazer o baile seguir. Reclamamos da solidão, mas não fazemos real esforço para estarmos presentes. Mas a verdade, aquela verdadezinha latente e ansiosa que mora dentro dos nossos corações, insiste em concordar com o poeta...é...fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho.

E não falo somente do amor carnaval, de uma relação amorosa, me refiro ao Amor no sentido mais amplo da palavra.
A verdade, é que o amor só entra onde é convidado, onde encontra um coração disposto a recebe-lo.
O amor não veste uma armadura com armas em punho e arromba um coração fechado a 7 chaves e cadeados.

Como anda a sua disponibilidade para o amor?

Sugiro que se você está em uma dessas fases de vida em que está se sentindo solitário e com saudade dele, do Amor, achando que todo mundo te largou de mão, que você faça este pequenino exercício. Pode ser pela noite, ao se deitar...incorpore essa frase às suas orações diárias.
Diga com um sorriso sincero e com ALEGRIA: "Eu tenho espaço para o amor!".
O Universo vai captar sua mensagem e então, vai sintonizar situações e indivíduos que estejam na mesma frequência.

E aí é só aguardar as manifestações do Amor.
Lembrando, que o Amor é uma energia, abundante e constante no Universo. E quando mais AMOR damos, mais multiplicamos essa energia. Ninguém fica mais pobre dando amor, pelo contrário, amor é a verdadeira riqueza de um espírito.

Repita pela manhã antes de levantar-se da cama! Olhe no espelho, sorria e seja gentil consigo e diga que tem espaço para o amor na sua vida! Escreva em um papelzinho e coloque dentro da bolsa, ou como lembrete na tela do celular ou computador. Fale quantas vezes o seu coração sentir necessidade!

Isso que dizer que você tem espaço para uma conversa boa, sem pressa no fim de um dia...Que sua casa tem espaço para abrigar por um tempo um parente que esteja precisando, um animalzinho que esteja abandonado... Você tem espaço para um telefonema na hora do almoço... Para um cinema na segunda à noite. Para um domingo com os sobrinhos no parque.
Para um beijo na vó durante a semana... Para uma nova e sincera amizade!
Nós também precisamos renovar essa energia, assim como todas as outras que nos regem nesse planeta.
Quando você declara que tem espaço para o amor, você se abre para um mundo de possibilidades!

Essa frase melhora até as nossas relações que andam desgastadas, pois quando temos espaço para o amor, temos espaço para o perdão, para a gratidão e perdoando e sendo grato pelas pessoas que nos cercam, melhoramos nossas relações com elas; encerramos ciclos de energias conflitantes. Acalmamos as coisas.
O amor, então, nos reencontra.

Eu tenho espaço para o amor!
E você?

Bruna Stamato

Nenhum comentário:

Postar um comentário