terça-feira, 4 de outubro de 2016

Tem café e amor fresco te esperando

Comigo você pode repousar teu espírito. Teu silêncio não me perturba. Comigo, tu podes fazer quanto barulho precisar. Pode evocar teus demônios que eu te ajudo a exorcizar. Pode botar a tua raiva pra fora e recolher-se. Pode ascender-se...o quanto quiser. Pode voar. Meu amor sempre será pista de pouso; Cais tranquilo após tempestade; Rede para te embalar. Comigo você pode rir sem medo de parecer bobo. Pode cantar sem saber a letra... Pode dançar até cansar; Beber até cair. Dormir sem hora pra acordar e acordar, sem hora pra ir dormir. Comigo você pode reclamar da vida; Repetir o assunto, o filme, a comida. Comigo não tem dessa...tem de tudo. Tem até beco com saída. Comigo você não precisa fingir. Não precisa responder um “Também” qualquer. Comigo você pode falar sempre o que quiser, incluindo palavra alguma. Eu te entendo pelo olhar, e faço máxima questão de tentar te compreender, mesmo quando parecer ser a maior insanidade do mundo pra mim. Porque eu ainda prefiro tuas loucuras sinceras, á mil sanidades falsas por aí. Eu prefiro teu grito verdadeiro, á mil silêncios magoados. Eu prefiro teus gemidos contidos, á mil decibéis forçados. Eu prefiro você. À todas as pessoas do planeta! Sim...você pode chegar sem avisar e entrar sem bater. Minha porta (assim como meu coração) está sempre aberta. E eu estou sempre à sua espera, mesmo quando eu sei que você não vem. Mas comigo você pode vir. A qualquer hora. Teu lugar continua aqui... Do lado direito da minha cama, e do lado esquerdo do meu peito. Ambos ficam insuportáveis sem você por perto... Eu continuo te desejando como na primeira vez que nos vimos. Continuarei te abraçando como se pudesse ser o último abraço. Nunca te dei um único abraço que não fosse com todo o meu amor. Nunca te beijo só da boca pra fora; É sempre alma á dentro. Mente á dentro. Corpo á dentro, por que não? Eu te gosto de todos os jeitos, inclusive do teu avesso . Se você quiser calor, eu sou verão! Se você tiver afim de curtir um frio, te faço inverno. E se o Céu for chato demais, curtiremos juntos o inferno. Se quiseres praia, sou um oceano inteiro. Posso ser serra, se você prometer me percorrer bem devagar...sem pressa, e com pouco freio. Para os teus medos e loucuras, eu posso ser esteio. Eu coloco baixinho tua musica preferida pra tocar. E te arranco sutilmente tuas roupas molhadas. Vou fechar as cortinas e ligar o abajur e deixarei a porta entre – aberta. Estarei na varanda, precisando é só chamar. Mas não se preocupe com nada. Aqui dentro da nossa casa, não existe problema que não possamos resolver. Segunda feira a gente vê. O mundo não vai parar, e eu te garanto que nada de ruim vai te acontecer. Agora dorme, que você está precisando. E quando você acordar, tem café e amor fresco te esperando. Bruna Stamato

Nenhum comentário:

Postar um comentário